domingo, 11 de janeiro de 2015

Grigori Rasputin - O Monge Louco em Call of Cthulhu


Esta é uma reedição da postagem originalmente publicada em 13/08/2009

Rasputin
foi uma das figuras mais influentes e controversas do início do século no Império Russo, antes da Revolução Soviética.

Nascido na distante cidade de Pokrovskoye, na Sibéria, Grigori Yefihovich Rasputin, ganhou fama com supostos poderes sobrenaturais ao longo de sua infância e adolescência. Rumores davam conta que ele havia previsto a morte da irmã em um trágico afogamento e que em uma ocasião descobriu a identidade dos homens que haviam roubado cavalos pertencentes ao seu pai.

Tornou-se um andarilho e um vagabundo, ganhando a vida como curandeiro itinerante de grande carisma e personalidade. Ele andou pelo país e esteve em peregrinações que o levaram até a Grécia, Balcãs e Terra Santa. Em Jerusalém teria experimentado uma visão apocalíptica que mudou sua vida. Em 1903, ele chegou a St. Petersburgo, centro político do Império onde se estabeleceu.

Existem muitos rumores a respeito das atividades de Rasputin nessa época. Muitos o viam como um homem santo, um profeta e um curandeiro habilidoso que empregava rituais consagrados para operar milagres. Outros se referiam a ele como um bruxo, um homem amoral que se entregava à orgias e luxúria e que se aproveitava das crenças e superstições alheias.

É inegável que Rasputin tinha um enorme poder de persuasão e magnetismo pessoal. Indivíduos da alta sociedade o procuravam para realizar curas e receber aconselhamento. Rasputin possuía aliados poderosos e fervorosos seguidores. Acreditá-se que ele manteve uma espécie de secto em que sua pessoa era adorada como um auto-proclamado messias. Seus detratores afirmavam que suas práticas religiosas eram desculpa para a condução de orgias e a sedução de damas da sociedade. Rumores sobre tortura, flagelação e mutilação eram abundantes, mas não obstante sua casa estava sempre cheia de seguidores e curiosos.

Em 1904, Rasputin, o Monge Louco foi contatado por serviçais da Czarina Alexandra, mãe de Alexei, herdeiro da Dinastia Romanov. A criança sofria de hemofilia e estava desenganada pelos médicos; Rasputin era a última esperança para curá-lo.


Surpreendentemente as consultas com o misterioso camponês resultaram em uma súbita melhora do menino. A fama de Rasputin atingiu o céu e ele passou a gozar de influência política no Império, frequentando o palácio dos Romanov, as salas de reunião e segundo alguns a cama da Tsarina. A controversa personalidade de Rasputin no entanto decretaria a sua queda, pois ao mesmo tempo que aumentava sua influência na corte, colecionava inimigos. Na charge ao lado - Rasputin faz o Imperador dançar sob a sua música.

Para muitos ele era o próprio Anti-Cristo, uma presença detestada que simbolizava todo o atraso e superstição existente na Rússia. Ele teria concedido conselhos que se provaram desastrosos para a Rússia durante a Grande Guerra.

Em 1914, conspiradores tramaram seu assassinato, mas o Monge Louco sobreviveu a dois tiros à queima roupa. A experiência o teria deixado ainda mais insano, ele acreditava ser imortal. Em 1916, os conspiradores teriam uma nova chance e não a deixariam escapar. Rasputin foi atraído até um conhecido bordel de St. Petersburgo onde foi envenenado com cianeto suficiente para matar cinco homens. Ainda resistindo, foi baleado quatro vezes nas costas, surrado, esfaqueado e castrado. Por fim, os assassinos o lançaram nas águas geladas do Rio Neva para que se afogasse ou congelasse.

Quando o corpo foi descoberto e uma autópsia realizada, os médicos concluíram, que ele havia morrido afogado e que tentara até o último momento nadar para a margem do rio.

Rasputin foi enterrado em uma cripta pertencente aos Romanov, mas seu corpo foi roubado por camponeses que temiam a possibilidade dele se erguer dos mortos. Seus restos foram queimados e espalhados ao vento como se fazia com feiticeiros desde a Idade Média.

Em Call of Cthulhu

O Monge Louco é um ótimo exemplo de cultista que pode ser enquadrado em muitos dos sectos existentes que adoram as divindades dos Mythos Ancestrais.

Rasputin pode ser o líder de um culto devotado a Azathoth, o Sultão Demoníaco, sua visão apocalíptica pode ter sido motivada por uma visão da forma de caos primário. Isso nos leva a ponderar sobre o misterioso Incidente de Tunguska, na Sibéria, terra natal do próprio Rasputin. Teria sido esse incidente motivado pelo secto do Monge Louco, ou pelo próprio presidindo um Ritual de Invocação destinado a devastar o planeta?


Alternativamente, Rasputin pode ser um cultista de Nyarlathotep. O Caos Rastejante teria dado a ele acesso a magias e segredos que o tornaram um curandeiro com a capacidade de realizar verdadeiros milagres. Em troca ele oferecia sua devoção na forma de um culto profano cooptando pessoas da Sociedade Russa. Talvez até a ascenção de Rasputin entre a família do Tsar estivesse nos planos de Nyarlathotep, pois seus conselhos para alguns conduziram a Revolução Bolchevik e alguns dos episódios mais sangrentos do Século XX.

O comportamento amoral de Rasputin, sua aparente loucura e poder de persuasão fazem dele um personagem marcante, um vilão terrível e um inimigo com enorme poder e influência. No filme Rasputin The Mad Monk da Hammer Films, ninguém menos que Christopher Lee (o eterno Drácula) dá vida ao medonho monge. Já em Hellboy, ele é um legítimo cultista arquitetando com os nazistas o retorno de uma força de entropia e destruição.

Talvez Rasputin tenha sido trazido de volta à vida por seus seguidores usando a solução dos Sais Perfeitos (como foi feito com Joseph Curwen), é possível então que o Monge Louco continue agindo nas sombras planejando o retorno de seus senhores de além das estrelas. Talvez ele esteja se adaptando aos novos tempos, explorando as oportunidades da decadente sociedade dos anos 20 enquanto trama seu próximo passo.

Com acesso a tais poderes e a benção das forças dos Mythos quem pode imaginar o que um homem como Rasputin é capaz de fazer?

A ficha a seguir é o resultado de uma livre adaptação a partir do que se sabe a respeito de Rasputin e da consideração de que ele seria um cultista de Azathoth nos anos 20.

Nome: Grigori Yefihovich Rasputin
Ocupação: Místico, Profeta, Religioso, Curandeiro, Andarilho, Conselheiro e Líder de Culto.
Escolaridade: Desconhecido
Local de Nascimento: Pokrovskoye, Sibéria, Rússia
Sexo: Masculino
Idade: 45 anos (1914)
Desordens Mentais:

- Megalomania (Rasputin realmente acredita ser um profeta destinado a purificar o mundo pela força do Caos- Azathoth)

- Criminal Psychosis (Rasputin precisa aliviar sua tensão através de atos de violência, tortura e sadismo)


STR 16
DEX 10
INT 16 (IDEA 80%)
CON 19
APP 09
POW 20 (LUCK 100%)
SIZ 16
EDU 14 (KNOW 60%)

Damage Bonus: +1d4
Sanidade: 00%

Habilidades: Alchemy 15%, Astrology 20%, Astronomy 45%, Bargain 75%, Conceal 50%, Credit rating (St. Petersburgo) 95%, Cthulhu Mythos 31%, Fast Talk 47%, Hide 30%, History 35%, Library Use 42%, Occult 54%, Persuade 89%, Pharmacy 56%, Psychology 47%, Dogma Religioso Cristão 42%, Flagelação 74%, Tortura e Sadismo 74%, Ritual Sexual 69%, Transitar entre nobres 79%, Resistir a Dor 98%, Folclore Russo 76%

Armas Brancas: Dagger 57%, 1d4 +db

Ataques Físicos: Fist/Punch 71%, 1d3 +db
Grapple 48%, dano especial

Línguas e Idiomas: Alemão 23%, Grego 18%, Hebraico 15%, Latim 52%, Russo 70%

Magias: Ressurrection, Heal, Voice of Rá, Cloud Memory, Flesh Ward, Implant Fear, Shrivelling, Steal Life, Voorish Sign, Dread Curse of Azathoth, Wither Limb, Summon/Bind Servitor of the Outer Gods, Summon/Bind Dimensional Shambler, Contact Nyarlathotep, Call/Dismiss Azathoth

Itens Místicos: Rasputin possui um pingente místico em forma de Cruz, sendo que no verso existe uma oração a Azathoth. O pingente possui um estoque de 15 pontos de magia que podem ser usados para alimentar seus rituais.

Um segundo presente entregue pelo Caos Rastejante é uma velha camisa suja e rasgada que ele veste por baixo de seu hábito. O tecido possui propriedades mágicas e concede apenas a Rasputin os efeitos da magia Flesh Ward (20 pontos) enquanto estiver em contato com sua pele. Enquanto usa essa proteção, Rasputin é extremamente resistente a ferimentos de qualquer natureza. Esse é o segredo de sua resistência inumana e por pouco não o salvou dos conspiradores que tramaram seu assassinato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário