quinta-feira, 7 de julho de 2016

"I Feel Fantastic" - Vídeo bizarro e inquietante permanece sem explicação


Em meio a crescente quantidade de creepypastas, as estórias mais esquisitas, os rumores mais escabrosos e as teorias mais bizarras começam com uma filmagem misteriosa que ninguém sabe explicar ao certo de onde veio, quem a registrou ou por qual motivo. 

Alguns anos atrás, um vídeo muito estranho surgiu na internet e deixou uma sensação de estranheza aguçando a imaginação de incontáveis pessoas. Era um clip publicado no You Tube intitulado "I Fell Fantastic" (Eu me Sinto Fantástica). 

Colocado no ar em 2009 por um usuário chamado Creepyblog (que não postou mais nenhum video desde então), o clip atingiu mais de 7 milhões de visualizações desde então. O vídeo é centrado inteiramente em um estranho manequim identificado como "Tara, a androide", que canta a música título através de um primitivo simulador de voz, enquanto sintetizadores de som criam uma inquietante música de fundo.

Não há muito além disso acontecendo no vídeo; a câmera fica em cima de Tara que não move nada além da cabeça, mãos e boca. Mas o clip é sinistro demais em sua simplicidade... para tornar tudo ainda mais estranho, há dois detalhes que ajudaram a construir a reputação macabra da filmagem.

Primeiro: Ao longo dos closes de Tara, "ela" aparece vestindo diferentes roupas e em diferentes poses, em dado momento, a imagem se altera para um filmagem exterior no que parece ser um quintal - possivelmente os fundos de uma casa de subúrbio, com árvores e uma cerca viva. Durante esse trecho a câmera dá um zoom mostrando uma pilha de madeira, folhas e terra remexida. Algo que no contexto da filmagem não faz o menor sentido...

Segundo, em determinado trecho, a "letra" da música (se você pode chamá-la dessa forma) tem uma mudança incluindo a frase "Please leave," (por favor saia) seguido das palavras repetidas "Run, run, run, run…" (corra, corra, corra...)

Essas duas estranhas derivações no tema extremamente repetitivo levou algumas pessoas a suspeitar das motivações do criador do vídeo. O sujeito teria cometido o assassinato de uma mulher chamada Tara (assim como a boneca) que foi enterrada naquele quintal que aparece rapidamente na filmagem. As roupas usadas pela boneca seriam as roupas removidas da vítima do crime.

Assista o vídeo a seguir:


A medida que "I Fell Fantastic" ganhava inesperada fama, descobriu-se que o criador do clip seria um sujeito chamado John Bergeron

Bergeron era participante frequente de uma página dedicada a construção de robôs antiquados, a AndroidsWorld. Lá ele revelava ser o construtor do protótipo do robô Tara. O site também continha links para uma coleção de cinco vídeos de Tara (presumivelmente incluindo o clip "I Fell Fantastic"). Os títulos dos vídeos eram curiosos: "Electricity," (Eletricidade) "Brutal Metal" (Metal Brutal), "Please," (Por Favor), "Electricity - Metal" (Eletricidade - Metal) e "Brutal1" (Brutall, com dois "l"). Não há como dizer o que mostrariam esses vídeos já que eles foram apagados e não restou qualquer rastro deles na internet.

Também não existem muitas informações a respeito de John Bergeron na rede, nem mesmo se este é seu nome verdadeiro. Segundo alguns, Bergeron seria um engenheiro americano ou canadense que tentou sem sucesso comercializar seus androides rudimentares desde o início dos anos 1980.

Na descrição original do vídeo carregado por Bergeron no You Tube havia uma breve descrição do conteúdo que incluía uma enigmática referência a lenda grega de Pigmalião - um escultor de Chipre que acreditava que todas as mulheres eram corrompidas e não mereciam seu amor. Pigmalião teria se sentido enojado por prostitutas e jurou jamais se envolver com uma mulher.

De acordo com o mito, o artista decidiu esculpir a forma da mulher ideal em marfim. Ao completar a tarefa, ele imediatamente se sentiu apaixonado  pela sua criação, uma estátua que personificava a mais bela mulher de todos os tempos. Descobrindo o que acontecia, a Deusa Grega do Amor e Beleza Afrodite teve piedade de Pigmalião e fez a estátua adquirir vida.

"Considere a imaginação do criador," dizia a descrição, "Em que mente isto parece belo? Em que mente isso é puro e passível de louvor? Nós estaríamos perdendo nossa perspectiva?

A referência direta à lenda grega aumentou ainda mais as suspeitas a respeito de Bergeron que poderia acreditar ser um Pigmalião Moderno.

Alguns sugeriram que o engenheiro seria um indivíduo instável, solitário e mentalmente perturbado. Ele teria se apaixonado por uma mulher que por alguma razão teria ignorado seu amor ou quem sabe se mostrou aquém de seu ideal de perfeição. Furioso por ela não ter conseguido atender suas expectativas, Bergeron a matou e enterrou seu corpo no quintal de casa. A roupa da mulher, ele guardou para vestir sua androide Tara e conceder a ela uma imagem que lembrasse seu ideal romântico. Talvez a música que ele fazia Tara cantar repetidamente ("I Fell Fantastic") fosse o primeiro passo para fazer a androide assumir vida própria. Outros acreditam que era uma maneira de ridicularizar a vítima, diminuir sua importância, tratando-a com uma coisa inanimada ao invés de uma pessoa de carne e osso. 

Alguns acreditam que o clip era uma maneira de provocar as pessoas com pistas enigmáticas a respeito do destino da pobre mulher assassinada. No clip estariam inseridos elementos que poderiam levar a identidade da vítima. Como muitos assassinos, Bergeron teria um desejo inconsciente de ser capturado e assim compartilhar sua estória.

Em 2013 circulou o rumor de que uma família natural de Chicago teria reconhecido as roupas usadas por Tara como pertencentes a sua filha, Theresa, desaparecida desde 2009. Os pais teriam buscado o FBI depois de ter visto o video, afirmando que as roupas faziam parte do guarda roupa de sua filha que teria sumido em uma viagem. O FBI não confirmou esse boato, mas alguns afirmam que agentes especializados em Ciência Comportamental estudaram exaustivamente o vídeo tentando descobrir se haveria ali algum indício de crime violento. 

Em novembro de 2015, um utilizador do You-Tube identificado como Brand-Smetana, colocou no ar o que chamou de versão completa de "I Fell Fantastic", com duração total de 15 minutos.    

De acordo com as informações, Tara teria sido construída por John Bergeron com um orçamento de US$ 2,000 em material (incluindo um manequim e próteses de dentistas). Sua intenção era promover seu trabalho e vender outros androides semelhantes a Tara para implementar melhorias.

Por alguma razão, não houve nenhuma atualização no projeto desde 2006, e não há nenhuma novidade a respeito de melhorias realizadas em Tara. Essa ausência de uma década da internet deu origem a mais uma lenda urbana: que Tara tenha de alguma forma desenvolvido vida e matado seu criador. 

Até o momento, não existem evidências sólidas para confirmar ou negar quaisquer desses rumores. Nem mesmo a identidade de Bergeron ou seu atual paradeiro. Também não se pode dizer com certeza se as informações na descrição do video são legítimas.

"I Fell Fantastic" permanece como um video no mínimo curioso ainda que incompreensível.

Seu propósito não pode ser determinado e ao que tudo indica, está fadado a intrigar as pessoas por muito tempo.

7 comentários:

  1. Como desenvolvedor e consumidor assíduo de tecnologia, esse post foi foda!

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante! Seu blog é um dos melhores que já acessei com conteúdo excelente cara.

    Sobre o vídeo, acho que ele faz parte da série de vídeos sem explicação do youtube, como WebDrive Torso, Don't Hug Me I Scared (que postaram o último vídeo esses dias) e Salad Finger, então não me surpreendo muito com essas coisas. ;B

    ResponderExcluir
  3. Que bizarro! Um ótimo plot para uma investigação....

    ResponderExcluir
  4. Correção: "I Feel Fantastic"
    Post muito intrigante, o blog está de parabéns como sempre.

    ResponderExcluir
  5. É o famoso "Uncanny valley" https://pt.wikipedia.org/wiki/Vale_da_estranheza

    O genial "VSauce" do Youtube, tem um vídeo em que explica porque algumas coisas nos dão medo, embora sejam, racionalmente, inofensivas. Vale os 10 minutos!

    https://www.youtube.com/watch?v=PyR1FK0YMKA

    ResponderExcluir