domingo, 28 de janeiro de 2018

Meta Extra #7: Kit do Guardião de Chamado de Cthulhu: Escudo do Mestre, Mapas e Suplemento de Aventuras


Bem, não teve como acompanhar as metas extras do Financiamento Coletivo de Chamado de Chulhu em tempo real. Elas foram sendo atingidas e pulverizadas uma a uma em uma campanha que até o momento pode ser considerada avassaladora, e que entra em sua reta final.

Mas ainda existe material para ser apresentado, e embora não tenhamos feito todas as previews, pretendo colocar no ar o que der até o minuto final.

Hoje, eu me junto ao Lief Neema para falar a respeito do Kit do Guardião de Chamado de Cthulhu, a sétima meta extra atingida no curso do Financiamento Coletivo e uma das mais aguardadas e almejadas pelos apoiadores.

Mas o que é o Kit do Guardião? O que ele acompanha? No que ele ajuda no jogo? Para que serve e por que essa meta deveria ser celebrada.

Bem, sem mais delongas, vamos começar?

O Escudo do Guardião



O Escudo do Guardião de Chamado de Cthulhu Sétima Edição possui três sessões no tamanho A4, no formado paisagem. É um escudo firme e resistente, feito para durar, com a espessura dos livros de capa dura, devidamente laminado.

A parte frontal apresenta uma arte incrível, totalmente colorida, de um grupo de investigadores chegando às ruínas de um local misterioso, em um panorama noturno e sinistro — uma legítima investigação em progresso que dá o clima para uma sessão de jogo. O verso do escudo contém uma série de tabelas e resumos que auxiliam durante o jogo, facilitando a consulta. Cada uma das tabelas e sessões apresentam a indicação do número da página, no Livro do Guardião, onde é possível encontrar todas as regras em detalhe.

No topo do verso do escudo há a referência para consulta dos testes de Insanidade, enquanto nas três abas são distribuídas as principais ferramentas de consultas, incluindo o resumo das regras: 

Determinando Níveis de Dificuldade, Armas de Fogo, Fase de Desenvolvimento do Investigador, Padrão de Vida, Outras Formas de Dano, Desenvolvimento do Combate, Acessos de Loucura, Fases de Insanidade, Exemplo de Custos para Testes de Sanidade, referências a estudo e aquisição de tomos e aprendizado de magias, Efeitos da Insanidade, Níveis de Dano, Regras para Perseguições, Diagrama sobre Dano, Colisão e Dano de Veículos, Cura de Ferimentos, etc.


De uma forma geral, o Escudo é bastante funcional. As tabelas e regras que ele fornece permitem uma consulta rápida e acessível aos fundamentos do jogo. Chamado de Cthulhu não é um jogo que precise de consulta frequente da mecânica, contudo, é sempre útil, sobretudo para o Mestre iniciante (no jogo chamado de Guardião), contar com uma referência ao alcance de seus olhos.

Muitos escudos são basicamente uma "parede" para que os jogadores não possam ver os rolamentos e as anotações do Mestre. O Escudo de Chamado de Cthulhu vai além dessa premissa básica, e se mostra bastante útil como ferramenta do narrador. Além disso, ele é portátil e resistente, e com certeza, um material imprescindível para os Guardiões da nova edição de Chamado de Cthulhu (sem falar que fica lindo na mesa também!).

Os Cenários Blackwater Creek e Missed Dues



Mas o Kit do Guardião traz mais algumas surpresas além do Escudo.

Ele acompanha um livro preto & branco com 95 páginas com duas ótimas aventuras para Guardiões de primeira viagem ou que estão migrando da sexta para a sétima edição.

As aventuras são muito bem explicadas, exaustivamente detalhadas e contém descrições para facilitar o trabalho do mestre. 

O primeiro cenário, Blackwater Creek se passa no vilarejo que dá nome à aventura, na região de Dunwich, Massachusetts, em 1926. Ele foi escrita por Scott Dorward, um dos editores da Sétima Edição de Chamado de Cthulhu, então podemos esperar um excelente conteúdo. Ela oferece a oportunidade de os jogadores se envolverem na aventura de duas maneiras: a primeira com personagens acadêmicos, ligados à Universidade Miskatonic, que saem em busca de um casal desaparecido: um arqueólogo e sua esposa. A segunda opção, mais interessante, é que os jogadores assumem o papel de contrabandistas, que são enviados para tentar conseguir uma nova carga de bebidas — naquela época imperava a lei seca.


A aventura concilia uma boa dose de investigação com um final repleto de ação e perigo. Não é um cenário fácil e com certeza ele vai ocasionar um número considerável de baixas entre os jogadores. Mas é uma maneira de mostrar que o universo do Mythos é repleto de riscos e que a morte aguarda os que forem descuidados ou que não planejarem suas ações.

O segundo cenário é Missed Dues, oficialmente ele se passa em 1922, mas a data pode ser mudada facilmente. Os jogadores interpretam criminosos obedecendo ordens de um chefão que os envia em uma tarefa aparentemente simples, mas que se mostra extremamente perigosa. O cenário foi escrito por Mike Mason, co-autor de Chamado de Cthulhu Sétima Edição. Uma das razões pela qual eu mencionei alterar a data da segunda aventura é que ela pode servir como continuação da primeira história se o Guardião optar por usar a abordagem dos contrabandistas. Uma vez que o Financiamento conta com um cenário independente chamado "No Coração das Trevas", que também envolve o submundo do crime, as três aventuras podem ser usadas em conjunto, formando uma mini-campanha se passando no mundo do crime de Arkham.


É uma ideia no mínimo interessante que pode vir a se tornar a base para a primeira série de histórias de um Guardião iniciante. Contudo, nada impede também que as aventuras sejam usadas como one-shots, ideais para quem gosta de fazer jogos em eventos ou simplesmente reunir os amigos e fazer um jogo sem comprometimento sem sequências.  

Ambas aventuras acompanham personagens prontos, devidamente montados em fichas completas para facilitar a vida do grupo, que pode começar a jogar tão logo o Guardião terminar de ler e se familiarizar com o roteiro.

Extra: Os Mapas



Recentemente foi adicionado, à página do catarse do financiamento, opções para a compra dos mapas. Os mapas da nova edição são três: o mapa da cidade de Arkham, da Lovecraft Country e um mapa mundo com uma arte magnífica. 

O Mapa da Cidade de Arkham inclui marcações dos principais locais da cidade, que pode ser bastante útil para consulta durante os jogos (muitos cenários oficiais, se passam em Arkham e fazem referências que podem ser consultados). Saber onde seus personagens se encontram na cidade e o que existe por perto é muito interessante. O Mapa tem uma arte sensacional, colorida e com imagens de cenas e personagens clássicos adornando as bordas. 


O segundo mapa mostra a Região da Nova Inglaterra, onde a maioria dos contos de Lovecraft tem lugar e que acabou sendo batizado de Lovecraft Country. Nessa carta é possível encontrar não apenas a cidade de Arkham, mas também Kingsport, Dunwich e Innsmouth, além de outras localidades reais e imaginárias. Ele é útil para aventuras como as que estão presentes em Door to Darkness (Portas para a Escuridão) que se passam em vários pontos da Lovecraft Country.


O terceiro mapa é um mapa do mundo que inclui várias marcações sobre locais misteriosos e que podem ter uma relação com os Mitos de Cthulhu ao redor do globo. É um mapa bonito, mas francamente eu acho que a América do Sul poderia ter recebido um pouco mais de destaque - já que tudo que aparece do continente é a parte superior. 


Exclusivamente na versão brasileira os mapas serão impressos em alta resolução, em tecido, no tamanho 60cm x 90cm. Para os que conhecem, será o mesmo padrão adotado pela New Order em outros mapas de pano (como o de Numenera, Strange e Ygdrasil).

Em Resumo:


O Kit do Guardião de Chamado de Cthulhu é um produto bastante interessante que vai ter muito uso em sua mesa de jogo.

Em geral, Kits de RPG desse tipo se referem apenas ao Escudo do Narrador, o que é um tanto frustrante quando você espera "algo mais" além da divisória do mestre. Nesse quesito, o Kit de Cthulhu tem uma fartura de material adicional. O Escudo é ótimo, as aventuras são uma adição muito bem vinda e os mapas se mostram extremamente úteis para situar os cenários.  

Um comentário:

  1. queria ter apoiado, mas comprei a edição anterior no primeiro dia de financiamento e nunca joguei =(

    ResponderExcluir